Filmes compartilhados - Unidade 2

Um fato histórico: dois filmes e diferentes posições políticas de análise.

Enviado em 28/10/2011

EM HOMENAGEM AOS 90 ANOS DA REVOLUÇÃO RUSSA

Um filme realizado por Contraimagem

Eles se Atreveram — A Revolução Russa de 1917

O filme "Eles se atreveram" narra a história da maior revolução de todos os tempos, que despertou as esperanças dos oprimidos do mundo inteiro e abriu o caminho às revoluções do século XX. Produzido pelo IPS (Instituto do Pensamento Socialista Karl Marx), o filme assume o desafio de combater as falsificações stalinistas e burguesas sobre a grande Revolução Russa. Enfrenta, por um lado, a história oficial da antiga burocracia soviética que eliminou o protagonismo das massas, os Sovietes e os verdadeiros dirigentes de Outubro; e, por outro lado, a produção de todo tipo de documentários de TV que tentam identificar a Revolução, o Partido Bolchevique e Lênin com a barbárie stalinista posterior.

"Eles se atreveram" relata os feitos revolucionários tomando seu nome das célebres palavras de Rosa Luxemburgo em defesa da Revolução Russa: "Não se trata desta ou daquela questão secundária sobre táticas, mas da capacidade de ação do proletariado, sua força para atuar, da vontade de poder do socialismo como tal. Neste sentido, Lênin, Trotsky e seus companheiros foram os primeiros a dar o exemplo ao proletariado mundial. São ainda os únicos que até agora podem gritar: 'eu me atrevi!'."

O relato deste documentário foi feito a partir da adaptação de textos revolucionários de Leon Trotsky, Lênin, Rosa Luxemburgo, poesias do genial Maiakovski e outros autores. A base fundamental do roteiro foi "A História da Revolução Russa" de Leon Trotsky, um livro "cinematográfico", como já foi dito diversas vezes. De Lênin, Rosa Luxemburgo e novamente de Trotsky foram utilizadas várias declarações da época, seus balanços sobre 1905. Outros relatos também foram fundamentais, entre os mais importantes: "Os Dez Dias Que Abalaram o Mundo" de John Reed e "A História do Partido Bolchevique" de Pierre Broué.

O documentário foi construído com base em uma cuidadosa seleção material de arquivos, documentos e fragmentos do cinema soviético. As imagens documentais foram utilizadas respeitando seu lugar e seu momento histórico. Neste sentido, podemos ver imagens do documentário de Esther Shub, "A Queda da Dinastia Romanov" e centenas de imagens jamais recompiladas em um único filme — a vida do Czar, as jornadas de julho, a revolução de fevereiro a outubro, a guerra civil, etc. Há também cenas de "Entusiasmo" (1930) de Dziga Vertov; "A Greve" (1924), "O Encouraçado Potemkin" (1925) e "Outubro" (1927) de Sergei Eisenstein; "Arsenal" (1928), de Alexander Dovzhenko; "Mãe" (1926) e "O Fim de São Petersburgo" (1927) de Vsevolod Pudovkin, entre outros filmes. A montagem final é complementada com animações russas e soviéticas da época, algumas muito originais.

A trilha sonora inclui uma seleção de músicas elaboradas especialmente, muitas das quais de autoria do compositor soviético Dimitri Shostakovich junto com outra seleção de cantos revolucionários russos e populares. A participação especial das vozes de Eduardo "Tato" Pavlovsky e Silvia Helena Legaspi transmite no presente a paixão daqueles acontecimentos históricos que abalaram todo o mundo.

"Eles se Atreveram" não foge das perguntas sobre o fracasso da URSS, em seus minutos finais busca dar respostas para compreender o caminho da experiência de liberdade e progressividade dos dias iniciais da revolução à instauração de uma sociedade despótica, chauvinista e contrarrevolucionária sob o bonapartismo stalinista.

Esta realização de Contraimagem busca ser uma contribuição à tarefa de transmitir a vigência do socialismo e as ideias revolucionárias aos jovens e trabalhadores revolucionários de hoje. Nos 90 anos da Revolução Russa, o filme reivindica esta grande façanha que influenciou todo o século XX que pode ser resumido em uma frase do documentário: "Recuperar a memória revolucionária para preparar a vitória de amanhã, ou melhor, recuperar a memória revolucionária para amanhã saber vencer".

O filme foi estreado no cinema Gaumont de Buenos Aires e foram realizadas apresentações bem-sucedidas em várias localidades da Grande Buenos Aires, na cidade de Neuquén, La Plata, Rosário, Santa Fé, Córdoba, Mendonza, Bahía Blanca, Santa Rosa, San Salvador de Jujuy, "El Alto" e Huanuni (Bolívia), Montevidéu (Uruguai), entre outras. Em um mês reuniu mais de 3.000 espectadores, vendendo centenas de cópias em todo o país.

Para solicitar informação, projeções ou adquirir o documentário:
www.contraimagen.org.ar
contraimagen@contraimagen.org.ar

Para solicitar a legenda:
marcelo1917@gmail.com

Compare os dois filmes sobre a Revolução Russa.

 

 

Publicado em 07/12/2012

Há cerca de 21 anos, no dia 26/12/1991, desfez-se o regime mais tirânico e homicida da história: o regime comunista soviético. Após tímidas medidas de abertura, iniciadas por Mikhail Gorbachev, o sistema não aguentou mais todas as suas contradições internas e, impulsionado por uma enorme insatisfação popular, pelo caos, pela fome e pelo total empobrecimento do seu povo, o inevitável resultado final foi o colapso seguido pela desintegração.

Essa desintegração do comunismo soviético não representou apenas um passo incalculável rumo à liberdade, pois libertou da opressão e da tirania milhões de pessoas, como também teve uma importância fundamental no campo da teoria económica: o colapso da URSS demonstrou de maneira cabal a validade da teoria de Ludwig von Mises, exposta ainda em 1920, a respeito da impossibilidade do socialismo.

Porém, quem não conhece a história está condenado a repeti-la...
Infelizmente, apenas teorias não são o suficiente para convencer as pessoas sobre o quão perverso e diabólico é o comunismo, e o quão imoral é defendê-lo; muitas vezes são necessários relatos e imagens para ilustrar o quão abominável e execrável é esse regime.

Especialmente agora que vivemos uma época em que intelectuais, professores universitários, assim como os meios de comunicação, incentivam com profunda intensidade ideias abertamente socialistas, nunca é demais ressuscitar e relembrar todas as "proezas" do marxismo na URSS, pois elas ilustram claramente tudo o que inevitavelmente acontece a uma sociedade quando o socialismo é imposto.
Como explicou George Reisman:

"Mesmo que um governo genuinamente socialista fosse eleito democraticamente, o seu primeiro acto de governo ao implantar o socialismo teria de ser um acto de enorme violência, ou seja, a expropriação à força dos meios de produção."

A eleição democrática de um governo socialista não alteraria o facto de que o confisco de propriedade contra a vontade dos proprietários é um acto de força. Uma expropriação à força da propriedade baseada no voto democrático é tão pacífica quanto um linchamento decidido por votação. Trata-se de uma violação primordial dos direitos individuais. A única maneira do socialismo ser realmente implantado por meios pacíficos seria se os proprietários VOLUNTARIAMENTE DOASSEM A SUA PROPRIEDADE AO ESTADO SOCIALISTA. Mas, pensemos nisso. Se o socialismo tivesse de esperar que os donos de propriedade doassem voluntariamente a sua propriedade ao estado, este teria certamente de esperar para sempre. Logo, se o socialismo TEM de ser implementado, então ele só pode existir por meio da força — e força aplicada a uma escala massiva, contra toda a propriedade privada.

O socialismo só pode necessariamente começar com um enorme acto de confisco. Aqueles que desejam seriamente roubar a propriedade alheia devem estar preparados para matar aqueles que pretendem oferecer resistência.

Este é provavelmente o melhor (e mais chocante) documentário sobre a história da União Soviética (The Soviet Story), com legendas em português. Veja-o e entenda porque é que é absolutamente imoral ter sequer a mínima simpatia por esse regime.

(Se reconhecer o valor deste documentário, por favor considere adquirir o DVD original)

  • Categoria

  • Licença

    Licença padrão do YouTube

Publicado em 20/09/2012

Nenhuma descrição disponível.

Publicado em 25/09/2013

Encouraçado Potemkin, filmado em 1925, é a realização mais importante e conhecida do russo Serguei Eisenstein.

O Encouraçado Potemkin - Filme completo

 
 

Publicado em 30/06/2012

Filme de Sergei Eisenstein (1925). Legendas traduzidas para o portugues.
Excepcional filme, cativa até hoje o espectador do início ao fim. Possui a clássica cena da escadaria de Odessa. Um marco da história do cinema.

Publicado em 12/05/2012

Documentário sobre Traudl Junge, secretária particular de Adolf Hitler desde o outono de 1942 até o final do nazismo, em 1945. Depoimento de Traudl, que revela detalhes de sua convivência com o líder nazista. Em suas reflexões pessoais, demonstra remorso pela sua juventude, alegando ingenuidade e ignorância ao apoiar o regime ditatorial. Traudl morreu pouco depois da estréia mundial do filme, em fevereiro de 2002.

IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0311320/

Just to relax 1

Publicado em 10/03/2012

um dos filmes mais lindos que eu já assisti

Ben Randall (Kevin Costner) é um dos nadadores mais conhecidos da Guarda Costeira norte-americana. Atuando nos gelados e pavorosos mares do Alasca, já salvou centenas de vidas. No entanto, ao passar por uma trágica ação de resgate, tem seu trabalho prejudicado por causa do trauma psicológico. Por isso, é enviado ao Estado de Louisiana para treinar um grupo de jovens candidatos a nadadores da Guarda Costeira. É lá que o jovem Jake Fischer (Ashton Kutcher), que também apresenta um passado repleto de traumas, vai para encontrar um lugar em sua vida. Campeão de natação, logo bate de frente com Randall que, com seus métodos de ensino pouco ortodoxos, cria uma dura rotina para o grupo de jovens.

Just to relax 2

Publicado em 16 de fev de 2013

Assita ao filme Casablanca dublado e completo em http://emeclassic.blogspot.com.br/201...

Casablanca é um filme norte-americano de 1942 dirigido por Michael Curtiz. O filme conta um drama romântico na cidade marroquina de Casablanca sob o controle do da França de Vichy. O filme é baseado na peça Everybody Comes To Rick's ("todo mundo vem ao café de Rick") de Murray Burnett e Joan Alison. As estrelas Humphrey Bogart no papel de Rick Blaine e Ingrid Bergman como Ilsa Lund. O desenvolvimento do filme centra-se sobre o conflito de Rick, nas palavras de um personagem, o amor e a virtude: Rick deve escolher entre sua amada Ilsa fazendo a coisa certa. Seu dilema é ajudar ou não Ilsa a escapar de Casablanca com seu marido Victor Lazlo, um dos líderes da resistência Tcheca, de modo que ele possa continuar sua luta contra os nazistas .

Considerado como um dos maiores filmes da história do cinema americano, ganhou vários Oscar da Academia, incluindo o de melhor filme em 1943 . Casablanca teve uma grande estréia, mas não espetacular, entretanto, ganhou popularidade com o passar do tempo e esteve sempre nas listas dos dez melhores filmes. A crítica elogiou a performance carismática de Bogart e Bergman e a química entre eles, junto à profundidade das caracterizações , a intensidade da direção , a sagacidade do roteiro e do impacto emocional do trabalho como um todo.

Just to relax 3

Publicado em 23 de nov de 2015

Filmes HD